Público-Alvo: O que é e como definir o seu?

Se você acompanha nosso blog, decerto, já leu um de nossos artigos mais populares “Como criar Persona sem ter Clientes”. Hoje, no entanto, vamos falar de algo que, eventualmente, acaba sendo confundido com a persona: o público-alvo.

Toda vez que você ouve falar em Marketing, logo aparece alguma referência ao público-alvo e à importância de defini-lo corretamente para o sucesso de suas estratégias.

Inegavelmente, o público-alvo faz parte do seu planejamento estratégico de Marketing e é, de fato, uma das etapas mais importante desse processo.

O que é Público-Alvo?

O Público-Alvo é aquela parcela do mercado que você deseja atender.

Ademais, é possível definir públicos diferentes para produtos diferentes, nesse sentido, chamamos de segmentação de mercado (ou ainda, segmentação de público).

A ideia é definir um Público-Alvo para a sua marca e desenvolver ofertas exclusivas para esse público.

Por meio de diferentes estratégias sua empresa consegue personalizar as ações de marketing, referente a um ou mais, grupos de indivíduos. 

Exemplos de Público-Alvo:

  1. Pessoas com mais de 60 anos, nas faixas de renda B e C, que gostam de viajar, conhecer lugares novos e fazer novas amizades (agência de viagem e pacotes turísticos);
  2. Amantes de jogos de aventura, com qualquer idade e de variadas faixas de renda, e que, valorizam o realismo dos gráficos e animações (indústria de videogames);
  3. Mulheres jovens, das faixas de consumo A e B, que valorizam um estilo de vestir que combine sofisticação e simplicidade (marca de moda e estilo).

Qual a importância de ter um Público-Alvo bem definido?

Em alguns casos, determinar o Público-Alvo é o primeiro passo da construção de sua estratégia de Marketing.

Em outras situações, ele é definido com base nas necessidades atendidas por um produto já existente, assim como em seus atributos e benefícios.

O mais importante nisso tudo, é fazer com que fique claro o alinhamento entre a sua proposta de valor e as expectativas de consumo de quem você escolheu para atender. Sendo que, a proposta de valor é tudo àquilo que faz parte da sua oferta, visando beneficiar de alguma forma a vida das pessoas. Isso pode incluir:

  • Portfólio de produtos;
  • Embalagem e rótulo;
  • Identidade visual e design;
  • Tom de voz e estilo da marca;
  • Comunicação e linguagem;
  • Proposta de atendimento;
  • Preço;
  • Canais de comunicação, atendimento e vendas;
  • Distribuição e conveniência.

Tudo isso é construído com base no conhecimento que você tem do seu próprio negócio, do mercado, da concorrência e, obviamente, do seu Público-Alvo.

Ao analisar essas quatro variáveis, você construirá um posicionamento de mercado, que é a maneira como sua marca será percebida pelas pessoas.

Ao encontrar o posicionamento correto, você estará dando o primeiro passo para conquistar o seu público específico.

Como definir e segmentar o seu?

Para ter um público engajado e bem definido, é preciso alinhar alguns aspectos.

Em primeiro lugar, sua empresa precisa se basear num estudo de mercado. Por meio de fatores, como por exemplo, a demanda, a concorrência e como as tendências de consumo são ponderadas.

É por meio desse estudo prévio, que sua empresa conseguirá identificar as oportunidades.

O estudo de mercado faz parte do planejamento estratégico, assim como o estudo do consumidor. Quando nos referimos a consumidor, estamos falando de um universo amplo, que inclui todas as pessoas que consomem bens e serviços dentro de um determinado espaço geográfico.

É preciso analisar quais são os perfis de consumo, como e onde as pessoas compram, quais são suas necessidades e expectativas, valores, crenças e estilo de vida.

Para isto, você pode começar se fazendo as seguintes perguntas:

  • Por que as pessoas irão se beneficiar de seu produto ou serviço?
  • Quem são essas pessoas e onde elas estão?

Em seguida, pode analisar os seguintes critérios:

  • Qual o gênero dessas pessoas?
  • Qual a média de idade?
  • O que elas mais gostam de fazer (hobbies)?
  • São solteiras, casadas, com ou sem filhos?
  • Quanto essas pessoas ganham?

Ademais, ao definir o Público-Alvo, você também fará o levantamento do tamanho desse público, tanto em número de consumidores, quanto em potencial de geração de volume de vendas, sem se esquecer de levantar o tamanho e a participação da concorrência.

Por fim, você estruturará toda a sua proposta de valor para atender e superar as expectativas desse público, garantindo, com isso, o sucesso do seu empreendimento.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que nós iremos responder!

Bons negócios e até breve!

Autor: Kim Walachai

Redatora e Produtora de Conteúdo. Especialista em Gerar Tráfego Orgânico Para Blogs, Sites e Redes Sociais. Fundadora da KW Conteúdo e Autora do Livro "Elas por Ela".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s